Bahia x Atlético-MG será duelo de dois dos melhores ataques do Brasileirão

Por Nossa Hora
Sábado, 01 de Junho de 2024 às 06:06
Foto:

A MRV Arena, em Belo Horizonte, será o palco de um duelo direto pelas primeiras colocações do Brasileirão. Neste domingo (2), Bahia e Atlético-MG se enfrentam às 16h, na luta por afirmação na parte de cima da tabela. Mais do que isso, será o encontro de dois dos melhores ataques da competição. Até aqui, tricolores e alvinegros não têm do que se queixar quando o assunto é a eficiência ofensiva. Junto com o Athletico-PR, as duas equipes ocupam a terceira colocação entre os times mais goleadores da Série A, todos com nove gols. Eles ficam atrás apenas do Botafogo, que lidera a estatística com 12 bolas na rede, e do São Paulo, com 10. 

O Bahia, aliás, marcou gols em todos os seis jogos que disputou no Brasileirão, e tem uma média de 1,5 tento por partida na competição. Este ano, o elenco principal do tricolor, treinado por Rogério Ceni, passou em branco em apenas dois compromissos: na derrota por 1x0 para o River-PI, em fevereiro, pela Copa do Nordeste, e no empate em 0x0 com o CRB, também no torneio regional, que decretou a queda do clube na semifinal. 

Levando em consideração todas as competições do ano, o Esquadrão marcou 60 gols em 30 partidas, o que representa uma média de duas bolas nas redes dos adversários por duelo. Consolidado na função de falso 9, o meia Thaciano foi o responsável por 15% dos gols da equipe e ocupa o posto de artilheiro, com nove tentos em 27 jogos. 

O Atlético-MG também não fica por baixo. Considerando a média de gols na Série A, o Galo possui aproveitamento melhor do que o tricolor, já que precisou de cinco embates para vazar os rivais nove vezes (média de 1,8 gol por confronto). 

No retrospecto geral, no entanto, o time mineiro está distante: marcou 47 gols em 25 partidas (média de 1,88), entre estadual, Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. A equipe vem de goleada por 4x0 sobre o Caracas, no meio da semana, pelo torneio continental. 

O último encontro entre Bahia e Atlético-MG foi recheado de gols e terminou com final feliz para o Esquadrão. Pela última rodada da Série A do ano passado, Cauly, Juba, Thaciano e Ademir balançaram as redes no triunfo por 4x1 na Fonte Nova. Paulinho descontou para o Galo. O resultado garantiu a permanência tricolor na primeira divisão. 

Encontro de artilheiros 

Com as pontarias afiadas, não é surpresa que o confronto colocará, frente a frente, dois artilheiros do Brasileirão. Everaldo, pelo Bahia, e Vargas, pelo Atlético-MG, disputam o posto de goleador do torneio, ambos com três gols. 

O camisa 9 do Esquadrão se recupera de uma fratura na costela e treinou nos últimos dias. Ele será avaliado pelo departamento médico, mas deve ser liberado para atuar. Mesmo jogando na função de segundo atacante, Everaldo ganhou importância tática no time de Ceni e vem mostrando eficiência na cara do gol. 

Já Vargas vive a condição de reserva com o técnico Gabriel Milito, mas começou bem no Brasileirão. Foi na principal competição do país que o jogador de 34 anos marcou todos os gols que tem na temporada. Após a partida contra o Bahia, o atacante se apresentará à seleção chilena para o amistoso contra o Paraguai, o último compromisso da equipe antes da disputa da Copa América. 

Entre outros nomes, a defesa baiana precisa ficar ligada nos atacantes Paulinho e Hulk, artilheiros do Galo em 2024, com nove e oito gols respectivamente. 

 

Correio 

Foto: Tiago Caldas/EC Bahia