Home Cotidiano Não há risco de racionamento de energia em 2021, diz secretário de...

Não há risco de racionamento de energia em 2021, diz secretário de Minas e Energia

Mesmo com a crise hídrica enfrentada pelo Brasil este ano – o país passa pelo pior nível de chuvas dos últimos 91 anos – não há indicação de falta de recursos para o atendimento da carga de energia do país em 2021. A informação foi dada pelo secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia (MME), Christiano Vieira da Silva em entrevista ao programa A Voz do Brasil.

Silva disse que a região Sudeste, responsável por 70% da capacidade de armazenamento do Brasil, está com apenas 26% de sua capacidade. Acrescentou que a bacia mais atingida é a do Rio Paraná e seus afluentes, como o Tietê e o Paranaíba.

Por conta desse cenário o secretário explicou, que, desde outubro de 2020, o Organizador Nacional do Sistema (ONS) já vinha recomendando a complementação de energia por meio do acionamento das usinas termelétricas. “E nós estamos despachando energia termelétrica desde então”, disse. Além desta medida o governo também vem adotando outras como a importação de energia de países vizinhos, facilitação da oferta por parte de usinas sem contrato, e geração excedente de usinas à biomassa.

Segundo Silva, o objetivo é chegar em novembro – fim do período de seca – em condições adequadas. Até lá, as termelétricas deverão continuar sendo utilizadas.

O secretário de Energia falou sobre as atitudes que o brasileiro pode tomar para ajudar na economia de energia elétrica como desligar a luz dos cômodos que não estão sendo utilizados, fechar a porta do cômodo que utiliza ar-condicionado ou aquecedor, evitar abrir a geladeira desnecessariamente.

“São pequenos gestos, dentro de casa mesmo, que o consumidor pode fazer e que não vai atrapalhar em nada a rotina dele”, diz.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Protegendo os cabelos do cloro, maior vilão durante o calor

Com a chegada do calor e das esperadas férias, nada melhor do que aproveitar um refrescante dia de piscina. No entanto, é fundamental estar...

Novembro Azul: na Bahia, 49% das mulheres consideram que se importam mais com a saúde do parceiro do que ele com a sua própria

Somente para o triênio 2023-2025 o Inca estima cerca de 72 mil novos casos de câncer de próstata. No ranking dos mais incidentes entre...

Escolas estaduais potencializam ações voltadas à educação antirracista no Novembro Negro

Para marcar o Dia da Consciência Negra (20), a Secretaria da Educação do Estado realizará o painel "Experiências, educação antirracista, luta e liberdade", na...
- Anuncie Aqui -

MAIS POPULARES

Camaçari sedia Festival de Xadrez neste domingo (3)

O município Camaçari recebe neste domingo (3/12), o Festival de Xadrez do Interior 2023. A competição, que acontece a partir das 9h, no Centro...

ESG Tech lança campanha “so+ma de Prêmios” para reconhecer quem mais recicla com bike elétrica, tênis e vale-cupons

A ESG Tech so+ma lança a partir desta semana a campanha “so+ma de Prêmios” em que a cada 30 quilos de materiais recebidos nas...

Primeira parcela do 13º deve injetar mais de R$ 100 bi na economia, mas parte vai para as dívidas

O pagamento da primeira parcela do 13º salário, que será realizado nesta quinta-feira (30), deve injetar pelo menos R$ 100 bilhões na economia. A...

IBGE aponta que 64% da população brasileira não usa preservativo

Com a proximidade do Dia Mundial do Combate a AIDS, que acontece no dia 1°de dezembro, uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia...